Cerca de 30 mil sacolas de papel foram distribuídas em oito estabelecimentos de Fernando de Noronha. A ação foi realizada na quinta-feira (11) e faz parte do trabalho de conscientização dos comerciantes e consumidores sobre o decreto “plástico zero”, que proíbe produtos descartáveis na ilha.

O administrador de Noronha, Guilherme Rocha, explica que o projeto de extinção dos descartáveis precisa ter continuidade e acompanhamento. “O Plástico Zero é um projeto que não para. Ele iniciou-se quando publicamos o decreto e, desde então, nós não paramos mais de fazer ações de conscientização”, explica Rocha.

Além das sacolas plásticas, também estão proibidos o uso de copos, canudos e talheres plásticos, além de garrafas Pets com menos de 500 ml de conteúdo. Receberam o material: Supermercado e Padaria Poty, Supermercado Breakfest, Noronha Frios, Mercadinho do Boldró, Mercadinho Sena, Padaria do Trinta, Barracão de Bebidas e Padaria Açaí.

Plástico Zero

Começou a vigorar no dia 11 de abril o "decreto do plástico zero", que proíbe a entrada e a circulação de produtos descartáveis em Fernando de Noronha, incluindo copos, canudos, sacolas plásticas, talheres e garrafas com menos de 500 ml de conteúdo.

O decreto foi assinado pelo administrador da ilha, Guilherme Rocha. Quem descumprir a norma pode pagar uma multa de até 20 salários mínimos.

Fonte: https://glo.bo/2LLJwex